fbpx
Projeto Verão Pra Vida Toda

10 passos para uma alimentação saudável

Olha só que bacana esse vídeo do Ministério da Saúde lançado para divulgar um guia para uma reeducação alimentar dos brasileiros. O guia é apresentado em 10 passos numa animação que foi vista e elogiada que nosso amado guru @MichaelPollan. Abaixo, eu reproduzo, quase na totalidade, o texto narrado na animação.

Guia de alimentação saudável em 10 passos

Há alguns anos, a nossa alimentação tem mudando para pior. Estamos trocando comida de verdade e refeições preparadas com ingredientes frescos por alimentos processados. A comida como era feita por nossos avós está perdendo lugar nas nossas mesas. Cada vez mais, estamos comendo alimentos pré-prontos e congelados, alimentos industrializados, comida de plástico. E este tipo de “comida” tem contribuído para o crescimento de males como a obesidade, diabetes, enxaqueca, colesterol alto, entre muitas outras doenças.

Mas a partir do momento em que a gente toma consciência do problema, é possível reverter o quadro melhorando o nosso estilo de vida e encarando uma reeducação alimentar que é menos complicada do que parece. Quer ver como é fácil ter uma alimentação saudável?

1. Comer comida de verdade e usar ingredientes naturais e frescos para preparar as refeições;

2. Usar óleo, sal e açúcar em pequenas quantidades, e substituir os refinados por opções mais saudáveis, por exemplo: substituir o açúcar por mel ou açúcar mascavo, o sal por flor de sal, e usar azeite no lugar de óleo de soja (eca!);

3. Limite o consumo regular de alimentos processados, mesmo se baseados em alimentos frescos, como frutas em conserva. A gente sabe que esse tipo de alimento leva muito açúcar, sódio, conservantes e outros “antes”. Prefira sempre a comida fresca, que é mais rica em nutrientes;

4. Evite ao máximo alimentos altamente processados, como salsichas, refrigerante, nuggets, suco de caixinha, bolacha recheada (socoorroooo!). Este tipo de alimento não tem nada que salve! É muito excesso de sódio, de açúcar, de aditivos químicos, de gordura,  e nada ou quase nada de fibras e nutrientes;

5. Coma regularmente e faça do momento da refeição um momento agradável, um ato social. Saboreie a comida e desfrute da companhia durante a refeição. Mastigue, mastigue, mastigue, respire, coma devagar, com prazer, nada de devorar, engolir sem nem sentir o gosto da comida!

6. Compre comida em feiras e mercados locais, prefira o que é produzido na sua região, pois certamente será mais fresco. Sempre que possível, faça algum esforço para comprar alimentos orgânicos, evite os agrotóxicos. Escolha as frutas e vegetais da estação, são mais baratos e mais fresquinhos e naturais.

7. Tente desenvolver o hábito e o prazer de fazer a sua própria comida, e compartilhe tanto o momento de cozinhar como as suas habilidades culinárias com outras pessoas. Cozinhar é um ato de amor!

8. Evite armazenar alimentos. Cria uma rotina para ir às compras, tenha uma lista e planeje os seus menus do dia e da semana;

9. Quando for comer fora de casa, dê preferência a restaurantes que servem comida fresca. Evite fast food, e monte um prato balanceado e colorido.

10. Não caia no papo da publicidade e não se deixe seduzir por uma embalagem bonitinha. Por fora bela viola, por dentro pão bolorento, essa a gente já conhece bem!

E então, preparados para virar a mesa? Vamos nessa?!

Você já conhece o Manifesto do Projeto Verão Pra Vida Toda? Tem tudo a ver com isso tudo 😉

Previous Post Next Post