Dicas

Ovo faz bem e é aliado de uma boa alimentação

Tem uma polêmica sobre o ovo que nunca vamos chegar a um acordo: quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha! Mas sobre a polêmica se ovo fazem bem ou faz mal, isso a gente já sabe… O ovo já abandonou o (injusto) posto de “alimento vilão”.  Hoje ele está entre os alimentos mais queridinhos (pelo menos por mim) e saudáveis. Mas claro, deve-se sempre levar em conta as características individuais das pessoas.

Ovo e colesterol

Já foi provado que o ovo, se comido com moderação, não afeta os níveis de colesterol LDL. Mas claro, tudo depende muito da maneira que você prepara! Um ovo cozido é muito diferente de um ovo frito, nadando em óleo…

O ovo de galinha é uma fonte de proteína de alto valor biológico, e muito da sua riqueza nutricional está na sua gema cor de ouro. É rico também em vitamina A, D, B2 e minerais. O ovo é também uma das principais fontes de colina, aminoácido presente na membrana celular e no neurotransmissor acetilcolina. Ou seja, melhora a função neurológica e ajuda no desenvolvimento do cérebro. Pois é,  gente inteligente come ovo, e come ovo porque é inteligente. E se comer ovo caipira orgânico, aí ganha até estrelinha na testa 🙂

Um ovo por dia, pode chegar a representar cerca de 10% da necessidade diária de proteína de um adulto. Além disso, ainda aumenta a sensação de saciedade, por isso é ótimo para o café da manhã ou lanche no final do dia. Aliás, essa é uma ótima estratégia para evitar aquela “fomona” do final do dia, proteína (boa) no café da manhã!

Ah, e agora uma dica super útil para saber se o ovo está fresco: encha um copo com água e coloque o ovo dentro, se ele for direto para o fundo, é porque está fresquinho. Se parar no meio do caminho, ainda está bom para o consumo. Mas se boiar, esquece! Este já era…

E atenção: cuidado com as gemadas, ovos crus, com gema mole, e etc… pois podem causar intoxicação alimentar por causa da salmonela. E como tudo nesta vida, é preciso relativizar… Cada caso é um caso. Se é você diabético, não descarte uma orientação profissional, ok?!

Beijos,
Carol

Previous Post Next Post