Dicas

Por que colocar as sementes de molho?

Quem acompanha as minhas dicas e receitas, deve ter percebido que uso bastante sementes e grãos integrais, e sempre recomendo para que se coloque de molho ou hidrate. Você segue a orientação, mas não sabe por que colocar as sementes de molho e os grãos também? Bem, essa recomendação é muito importante por vários motivos. Em outro artigo, já falei especificamente dos grãos e da necessidade de colocá-los de molho para neutralizar o ácido fítico presente na camada externa dos grãos, que pode trazer transtornos grastrointestinais e atrapalhar o aproveitamente de alguns nutrientes.

Pois é, ao contrário do que muitos pensam, a gente não coloca o feijãozinho, o grão de bico ou o arroz integral de molho apenas para cozinhar mais rápido! Há outros motivos para isso. E as sementes também precisam de cuidado especial. Como já falei dos grãos, agora vou falar exclusivamente das sementes, já que muitas pessoas têm dúvidas também sobre o assunto.

Entenda por que colocar as sementes de molho

Assim como os grãos, as sementes também possuem substâncias antinutricionais, que a médio e longo prazo são nocivas, já que bloqueiam a adequada  absorção dos nutrientes. Por isso, o bem estar que você sente com o consumo das sementes pode acabar sendo substituído por problemas digestivos, sem que você saiba o motivo.

Além disso, as casquinhas das sementes podem dificultar o organismo de aproveitar todos os seus benefícios. Mas existe uma solução simples, é só hidratar as sementes. E no caso de algumas sementes, como a linhaça é preciso também triturar.

As sementes são muito ricas em fibras, e algumas delas são mucilaginosas, isso quer dizer que quando entram em contato com líquidos formam uma camada de gel, parecida com clara de ovo. Nesse estado, o organismo absorve mais facilmente tudo de bom as sementes têm.

Como deixar sementes de molho

Chia: num recipiente de vidro ou louça, coloque cinco medidas de água filtrada para cada medida da semente. Ou seja, se você vai hidratar uma colher de sopa de chia, coloque cinco colheres de sopa de água. Deixe de molho de 3h a 8h. Pode hidratar em quantidade maiores e deixar na geladeira. Você deve ingerir o gel que se forma, não é preciso lavar e nem coar. O consumo recomendado é de 1 a 2 colheres por dia.

Linhaça: a hidratação da linhaça segue o mesmo procedimento da chia. A diferença é que a linhaça deve ser triturada, mas somente no momento do consumo. Também pode ser guardada hidratada na geladeira (triturar somente na hora de consumir!). A quantidade recomendada por dia é de 1 a 2 colheres.

E o gergelim?

O gergelim pode ser consumido cru, hidratado ou torrado. Para torrar o gergelim, basta aquecer uma frigideira e quando ela estiver bem quente colocar as sementes de gergelim. Não é preciso untar a frigideira para torrar o gergelim, o próprio óleo da sementinha é o suficiente. Vá mexendo com uma colher de pau, as sementinhas vão começar a pular igual pipoca.

Tente consumir as sementes de modo natural, usando no preparo de uma refeição, por exemplo. E lembre-se: as sementes não são “remédios” para emagrecer e não devem substituir nenhuma refeição!

Beijos,

Carol

Previous Post Next Post