fbpx
Dicas, Projeto Verão Pra Vida Toda

Por que gostamos tanto de açúcar e sal?

Tadinho… põe um pouco de açúcar! Tadinho, dá um chocolatinho pra ele… Que mãe que tenta dar uma alimentação saudável ao seu filhote nunca ouviu esse tipo de coisa? Pois é, é o doce e o salgado da vida…

É preciso entender que o gosto, o paladar, é aprendido culturalmente. Ninguém nasce gostando de café adoçado, por exemplo. A gente simplesmente se habitua ao gosto do café com açúcar. É super importante aprender qual é o gosto natural dos alimentos!

O seu bebê não vai “sentir falta de açúcar no mingau”, mas é possível que ele aprenda a gostar rapidamente de comida doce, bem doce, porque o açúcar, assim como o sal, leva a uma apreciação instintiva. O consumo de açúcar e sal está associado ao sistema de recompensa e à parte do cérebro que ajuda a controlar o apetite.

Talvez seja um alívio ver o seu filhote, que não queria engolir nada, de repente comendo alguma coisa, mesmo que seja “porcaria”, tipo gelatina, bolacha recheada, chambinho, entre outros alimentos processados cheias de açúcar, sódio, etc.

Mas não caia na tentação de “facilitar” as coisas com comidinha processada, como a indústria alimentar argumenta. É sim possível dar uma alimentação saudável e variada ao seu filho e fazer disso algo prático e fácil. Claro que nunca vai ser como abrir uma embalagem e tirar de lá de dentro a comida pronta… Contra esta “facilidade”, o meu contra-argumento é: leia o rótulo e se pergunte se é isso que você quer dar para o seu filho.

Tente oferecer uma pluralidade de sabores ao seu filho, desde pequeno… apresente muitos vegetais a ele. Pense que sabor é a junção entre gosto e aroma, e que dar a oportunidade ao seu filho de conhecer a maior variedade de sabores naturais é uma riqueza que ninguém vai tirar dele, e faz parte da educação alimentar.

E lembre-se que “salgar” e “adoçar” são estratégias apenas para realçar o gosto natural dos alimentos, e não para ocultar o verdadeiro paladar. E opte sempre por opções mais saudáveis, como o mel  e o sal marinho ou flor de sal.

Beijos,
Carol

Previous Post Next Post