Projeto Verão Pra Vida Toda

Manifesto #Verão Pra Vida Toda

Outono, Inverno, Primavera… Verão! Férias, sol, calor, praia, piscina… e biquíni. O verão é a estação do ano em que o corpo fica mais em evidência e, por isso, é também a época em que as pessoas mais se apressam para recuperar o tempo perdido e perder os quilos adquiridos nas outras estações.

Todos os anos é a mesma coisa! É (somente) nessa época que começamos a pensar no projeto verão. E para ter as medidas em dia, como manda o micro figurino do verão, tem gente que não mede esforços e até coloca a saúde em risco com dietas malucas do tipo “emagreça 20 quilos em duas semanas”, tomando um shake milagroso, ou encarando uma das milhares de dietas das celebridades.

Todo mundo querendo dar “tudo de si” para estar com o corpo da capa da revista dentro do biquíni, na praia e, de preferência, sem canga! E ai de quem não estiver com tudo em cima! Está condenada a viver uma estação escondida atrás da canga… Por isso, o verão acaba sendo também a temporada de “caça às bruxas”.Mas espera lá, até quando as pessoas vão pautar a saúde, o bem estar e a forma física nesse tal projeto verão?!

Foi pensando nisso, que criei o #ProjetoVerãopraVidatoda. A essência do projeto é ir justamente além do verão… Quero todo mundo lindo e delicioso o ano todo, mas principalmente e especialmente de bem consigo mesmo e com seu corpo, de uma forma saudável.

Entendo que cada um tem seu caminho, suas batalhas, suas dificuldades que vão além, e às vezes, até resultam nesse corpo que te carrega agora. E, por isso, mesmo a ideia do projeto é RESPEITAR-SE antes de tudo.

Queria chamar atenção para o fato de que esse verão vai passar. Hoje vivemos cada vez mais (ainda bem), e nosso objetivo PRA VIDA tem que ser muito maior que uma barriga sarada. Ele tem que dizer respeito à nossa existência inteira.

Não que você não possa ter uma barriga chapada ou não deva. Mas é preciso lembrar que isso não deve custar a sua saúde. É bom e essencial envelhecer com músculos, com um peso ideal para o seu perfil corporal, mas acima de tudo, viver e envelhecer saudavelmente.

A motivação para se cuidar, e estar em boa forma tem que ir além da estética e alcançar a razão de aproveitar realmente a sua existência. O corpo é um meio e não um fim! Ele é a nossa morada, onde nascemos, vivemos e morremos, do começo ao fim. E sim, todos queremos uma “morada” bonita, enfeitada, agradável.

Em vez de perguntar “quantas primaveras você tem (ou quer parecer ter), eu pergunto “por quantos verões você ainda quer passar e como?”

As pessoas que mais fazem a diferença nas nossas vidas, sejam íntimas ou mesmo os nossos ídolos, brilham especialmente não pela beleza, mas pelo talento. Outro dia mesmo almocei na casa da minha avó e fiquei pensando na minha tia bisavó (sim, eu sou rica na vida) que está lá com seus 94 anos, toda lúcida, e relativamente saudável. A primeira coisa que me veio à cabeça, é que quero chegar lá assim, com pernas fortes que continuem a me levar para onde a minha cabeça mandar.

Mas depois fui além, tentando enumerar todas as pessoas que fizeram a diferença na minha ainda breve existência e não consegui pensar numa só que tenha sido pelo fator “ela mudou a minha vida porque tem a bunda dura”, “ele mudou a minha vida porque tem o tríceps definido”, “admiro o fulano porque ele tem 8% de percentual de gordura”.

Ou seja, as pessoas não devem ser medidas pela balança, ou pelas calorias que ingerem, ou pela massa muscular, porque no final a gente admira de verdade quem nos inspira e nos encoraja por outros motivos. Menos percentual de gordura e mais coeficiente de inteligência, emoção e sucesso, por favor!

A medicina estética e a indústria alimentícia prometem oferecer mil facilidades e caminhos curtos para alcançar o corpo perfeito, mas tem tornado o mundo e as pessoas cada vez mais plásticas. O #projetoveraopravidatoda é um convite para voltar ao real, ao essencial, à simplicidade. Costumo brincar que os alimentos devem  ser como as pessoas, simples, naturais, integrais e verdadeiros.

Há sempre tanta cobrança para estar magra, estar em forma, ter cabelos perfeitos, unhas perfeitas, seios, bumbum, etc. O mundo nos provoca com tantos desejos de perfeição, mas nós temos tantas outras coisas mais importantes para fazer e ser na vida…

Por isso, a missão do #ProjetoVerãopraVidatoda é ajudar as pessoas a adotar uma vida saudável de verdade, sem neuroses, e cuidar da saúde e do corpo o ano todo, como se o verão durasse toda a vida, mas sem pressa louca do famigerado projeto verão. Para isso, é preciso uma reconciliação com o nosso corpo, com as nossas singularidades e com aquilo que é genuíno em nós e que, muitas vezes, é o que faz a diferença na nossa vida e na vida dos outros. É preciso começar a se sentir bem e bela de dentro para fora.

O que eu quero é estimular os bons hábitos de vida, mas para vida inteira. Para que a vida seja eterna, saudável e bela, enquanto dure.

Um beijo super nutritivo,
Carol Morais

Previous Post Next Post